DeHuber Home

Meus pedidos (vazio)

Blog

Conheça o trabalho da ONG Orienta Vida

Uma história de sucesso, seriedade, dedicação e muito trabalho social.

ONG Orienta VidaAo pesquisar sobre as ONGs da região, a que mais chamou a atenção da empresária Ellen Huber Nakashima foi a Orientavida. Além do lindo trabalho desenvolvido, o conceito das peças de decoração tinha muita relação com os produtos oferecidos em seu espaço.  Nessa parceria os produtos da ONG como peças de vestuário, bolsas, acessórios a itens de decoração ficam expostos na loja.

Conheça a história da Ong:

João Benedito e Angelieri Maria Celeste de Castro Chad, ex-prefeito e ex-primeira dama de Potim, queriam ajudar as pessoas mais carentes a combater a pobreza e a falta de oportunidade com o próprio trabalho. Assim, em 1999, nasceu a Orientavida.

A primeira monitora do projeto foi Maria Edina de Castro Chad, mãe da fundadora e responsável em ensinar as artesãs a fazer bordados em bolsas. Com o passar do tempo às artesãs receberam mais capacitação e conhecimento do bordado. No ano de 2003, a ong recebeu a visita de Madame Francine Nicole, presidente do museu francês “Maison Du Boutis”, que ensinou pessoalmente 35 bordadeiras a produzir boutis e piquê Provence, famosos bordados em técnica francesa. 

Com esse aprendizado as bordadeiras puderam usar a técnica para bordar o enxoval do Papa Bento XVI em sua visita ao Brasil em 2007. Esse ano foi um marco na história da ONG Orientavida que começou a participar de feiras, conseguiu lançar peças com sua própria marca, expandiu o mercado atendendo lojistas e desenvolveu produtos exclusivos. Nesta época a ong atingiu mais de 1.000 clientes no Brasil e 15 no exterior. 

Junto com a designer Ana Strumpf, em 2009, produziram a primeira coleção licenciada pela Walt Disney, com o tema Alice no País das Maravilhas. No ano seguinte receberam o premio mundial de “Melhor Produto Adulto na linha de decoração”, pela Fashion & Home dos Estados Unidos.

A ONG consegue manter sua atividade com aproximadamente 300 artesãs através da comercialização dos produtos na loja virtual e das parcerias conquistadas. As artesãs têm acesso à capacitação profissional, palestras sócio-educativas, apoio psicossocial, ginástica laboral e auxílio-alimentação. Essas mulheres-artesãs são moradoras das cidades de Aparecida, Arapeí, Guaratinguetá, Lorena e Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, São Paulo.

No futuro, a Orientavida pretende aumentar a qualificação que oferece anualmente. "Penso em um projeto para preparar um grupo de artesãs que possam capacitar mulheres de várias comunidades do Brasil, ensinando bordados e novas técnicas", revelou Maria Celeste para o portal de notícias Terra. 

Uma história de sucesso, seriedade, dedicação e muito trabalho social não poderia ficar fora do sonho da empresária Ellen Huber, que ao montar a De Huber Home, fez questão de iniciar uma parceria entre a ong e a loja.